Musos Noruegueses

Já tem mais de 10 anos que eu estava no carro com meu namorado dirigindo à noite e ele colocou de surpresa um CD de um músico norueguês que ele tinha acabado de conhecer. Ele não falou nada, só me olhou pra ver a minha reação. Na mesma hora eu falei “Que isso? Que voz maravilhosa!”. Era o Sondre Lerche, cantor e compositor norueguês que me arrebatou no primeiro momento em que ouvi.

Sondre Lerche ou “Sandrinho” para os brasileiros

 

A primeira música que ouvi foi essa:

httpssss://www.youtube.com/watch?v=StU7FhEqJz8

Mas de lá pra cá, Sandrinho (como é carinhosamente chamado pelos fãs brasileiros) já lançou tantos CDs e mudou tanto de estilo que fica difícil definir o tipo de música dele. A melhor definição seria que ele faz música BOA e é isso.

httpssss://www.youtube.com/watch?v=hkyUKXdFw_E

Sondre Lerche é o meu cantor preferido da vida. Mas não satisfeita em criar essa maravilha moderna, a Noruega fabricou mais um geninho que o Spotify fez o favor de me apresentar outro dia. É o De Presno.

De Presno

Ele é ruivinho, novinho, tem cara de sonso, é cheio das musiquinhas lindas e também tem uma voz toda trabalhada no toque aveludado, saca só:

httpssss://www.youtube.com/watch?v=57Q_OPvslcU

Aí, como se não bastasse, quem é que o Spotify arremessa na minha cara do nada? Essa adorável senhorita norueguesa, Susanne Sundfør:

Susanne Sundfør

 

Olha que musiquinha indie-fofa maravilhosa:

httpssss://www.youtube.com/watch?v=PS9xLhn-1vw

 

E como não poderia faltar nessa lista, a norueguesa mais amada e adorada, AURORA!

Aurora

 

httpssss://www.youtube.com/watch?v=d_HlPboLRL8

Poderosa, não? Ela acabou de fazer um show em São Paulo e eu perdi porque estava viajando! Chorando até ela voltar!

Isso porque eu nem mencionei os já consagrados noruegueses do Röyksopp. Mas desses eu nem sou super fã não.

Ei! É pra ser fã da gente também!

 

E já que estamos falando de Noruega, não posso deixar de indicar a série MUITO ENGRAÇADA da Netflix, Lilyhammer. Passada toda na Noruega, conta a história de um gângster nova-iorquino que vai parar no meio dessa cidadezinha norueguesa pequenininha e muito fofa.

O legal é que os atores são bem normais e naturais, parecem mesmo ser da região, e você acaba se sentindo parte da cidadezinha. A vontade de se teletransportar pra lá vendo as paisagens lindas é gigante!

 

A série ainda discute o preconceito racial e a homofobia de uma forma muito inusitada e bem-humorada!

 

Corre lá no Netflix e se prepare pras gargalhadas!

E você, tem algum xodó norueguês que quer apresentar pra gente? Escreve aí embaixo!

Post Author: Ana Campos

Deixe uma resposta