Dossiê Doguinhos

Papais e mamães de cachorro de primeira viagem, uni-vos! Esse post é pra vocês! Aqui tem tudo o que você precisa saber para receber seu primeiro filhotinho. Dicas que eu gostaria que tivessem dado pra mim e espero que possa ajudar vocês nessa nova aventura. Então, vamos lá que temos muito assunto pra falar!

 

COMPRAR X ADOTAR

Imagine como seria estranho para os seres humanos comprarem um bebê humano e ainda escolherem a raça, cor, características físicas… Bizarro, né? Por que então fazemos isso com cachorros e achamos tão normal? Justamente por causa dessa preferência por raças assim e assado é que o homem foi intervindo no que deveria ser a seleção natural dos cachorros, fazendo o cruzamento entre bichinhos que tinham uma determinada característica mais saliente, para que então essa característica fosse sendo repassada, ficando cada vez mais evidente de filhote em filhote. Resultado: temos raças como os Pugs em que o focinho é tão achatado que o bichinho mal consegue respirar, ou ainda os Basset Hounds que contam com o corpo pesado e comprido e patas tão curtas que mal conseguem sustentar o peso do animal, deixando os doguinhos frequentemente com problemas de coluna. Fora isso, temos o lucrativo comércio de filhotes, que muitas vezes é feito por pessoas que maltratam e deixam os animais em condições degradantes, visando apenas o lucro com a venda dos filhotes.

O que você prefere: pagar em torno de R$ 5 mil reais por um filhote que corre o risco de ter sérios problemas de saúde devido às características extremas das raças, ou adotar um doguinho em situação de abandono que precisa muito da sua ajuda, e ainda por cima teve uma seleção realmente NATURAL, ou seja, será um bichinho com a saúde mais resistente? Muitos países já estão abolindo a venda de filhotes e espero que essa moda chegue logo por aqui também!

Se te convenci a adotar, corre pra procurar a feirinha de filhotes mais próxima da sua casa! Em São Paulo eu indico os seguintes locais:

Luiz proteção animal – Faz um lindo trabalho resgatando e procurando famílias para os animaizinhos. Todo sábado eles realizam uma feirinha de adoção em frente ao Pet Shop Magic Animal na Avenida Angélica, em Higienópolis.

Ampara – A Ampara faz um maravilhoso trabalho também, não deixa de conferir o Facebook deles que está sempre cheio de bichinhos para adoção!

 

ENXOVAL

Se você já vai pegar o seu bichinho, hora de comprar tudo o que ele precisa pra ficar feliz e confortável! Vamos à lista:

CAMINHA

As melhores caminhas são as que tem zíper na capa e você pode tirar o enchimento e colocar a capa pra lavar. São mais caras, mas não tem nem cabimento gastar menos com uma caminha que não dá pra lavar, pois em uma semana de uso elas já ficam imundas! Existem ainda caminhas que são plastificadas embaixo e isso é ótimo para não passar umidade ou frio do chão para o bichinho.

A minha é dessa marca Fábrica Pet, achei bem boa. Ela tentou, tentou, mas ainda não conseguiu destruir.

Mesmo que você tenha um filhote bem pequeno, compre logo um caminha grande, pois ele vai crescer e perder muito rapidamente a caminha pequena.

Mas não crie muita expectativa: se você permitir que o cachorro fique no sofá ou durma na sua cama, pode ter certeza que ele vai preferir esses locais para dormir, ao invés da caminha.

COMEDOUROS

Compre 2 potes separados para água e comida. Você precisa poder lavar os potes individualmente, já que o de comida suja mais rápido que o de água. Além disso, alguns cachorros são estabanados e podem derramar água na comida se os potes ficarem lado a lado, por isso acho melhor que sejam separados!

Comedouro de cerâmica, adoro esse do Snoopy!

O material dos potes deve ser de cerâmica ou aço inox. Isso porque o plástico ou outros tipos de metal acabar passando elementos químicos para a comida e a água do bichinho. E alguns cachorros destroem muito facilmente os comedouros de plásticos. Então não gaste dinheiro à toda e invista logo num pote duradouro. É importante que o pote seja pesado para que não fique “andando” pela casa enquanto o cachorro come. Alguns potes de aço inox são emborrachados embaixo para não escorregar, também é uma ótima opção!

Comedouro de aço inox antiderrapante, opção em conta e excelente!

Agora, se o seu doguinho ou sua doguinha forem do tipo esfomeados que comem loucamente e rápido, vale comprar o comedouro interativo, que faz o animal brincar para conseguir pegar a comida dificultando um pouco a rapidez com que ele vai comer.

Comedouro interativo dificulta que seu dog coma muito rápido!

 

 

TAPETE HIGIÊNICO

O tapete higiênico, apesar de ser caro (Em média R$ 70 reais um pacote que vem 30 tapetes), acaba saindo mais barato que o jornal. Um pacotão de jornais velhos na banca custa em torno de R$ 10, mas acaba muito rápido, pois ele não absorve o xixi. Então, se você não quer que seu cachorro fique molhando as patas no xixi, vai ter que trocar o jornal toda hora, e por incrível que pareça acaba saindo mais caro que o tapete higiênico. Além disso, tem outros inconvenientes: o xixi faz a tinta do jornal sair e quando o doguinho pisa no jornal molhado de xixi fica com a patinha toda preta. Além disso, no jornal você não consegue observar como está a cor do xixi e isso é muito importante para monitorar a saúde do animal. Existem tapetes coloridos no mercado, mas prefira o tapete branco para poder observar a cor do xixi. Eu uso esse da marca Petix e costumo trocar apenas uma vez ao dia a não ser que esteja muito sujo.

 

Alguns tapetes são mais baratos, porém são menores, então não vale a pena. Prefira o tapete maior pois ele dura mais.

Para acostumar seu doguinho a fazer xixi no tapete é bem fácil! Compre um produto chamado “xixi aqui”, é baratinho e ele tem um “aroma” de xixi. Pingue umas gotinhas no tapete e faça seu doguinho cheirar dizendo sempre “xixi!”, “xixi aqui!”. Se ele fizer xixi fora do lugar, não tente fazê-lo parar enquanto ele está fazendo xixi, nem brigue gritando com ele, isso pode traumatizar o animal fazendo com que ele segure o xixi quando tiver vontade. Espere ele terminar, pegue no colo e leve imediatamente para o tapete dizendo “xixi aqui” e fazendo ele cheirar o produto. De vez em quando leve o animal até o tapete e diga “xixi”, e ofereça um petisco caso ele faça (só dê o petisco se ele fizer). Comece dando petiscos para recompensar quando ele fizer certo e depois vá substituindo por carinho ou dizendo “muito bom!”. Em pouco tempo ele já estará acostumado a fazer xixi no lugar certo 😉

Educador xixi aqui

 

GUIA, COLEIRA E PEITORAL

Tentei economizar no início e comprei uma coleira e uma guia de uma marca aleatória qualquer. Não vale a pena. A guia com esse tipo de fecho comum soltou algumas vezes da coleira, me deixando em pânico correndo atrás da minha doguinha na rua.

Escolha sempre guias com o tipo de fecho da direita que são mais difíceis de soltar.

Apesar de caros, os produtos da ZeeDog realmente são mais indicados por serem mais seguros. O ideal é comprar um peitoral, uma guia e uma coleira da ZeeDog, e a guia deve ter esse tipo de fecho acima, com uma rosquinha para fechar melhor. Esse fecho é muito mais seguro para que a guia não solte do peitoral ou da coleira. E também dificulta que o cachorro seja sequestrado – acredite se quiser, tem acontecido muito!

É recomendado sair na rua usando a coleira com identificação e o peitoral junto, pois existem relatos do peitoral ter saído e o cachorro fugido correndo sem peitoral e sem coleira, ficando totalmente sem identificação. Coloque a plaquinha com identificação na coleira e prenda a guia no peitoral.

Alguns cachorros vão precisar de outros tipos de guia, são as guias de obediência. Tem uma que é unificada, guia, coleira e peitoral junto como essa da ZeeDog:

Para cachorros bem desobedientes funciona bem porque é como um enforcador que vai puxar o cachorro o tempo todo caso ele faça coisa errada durante o passeio. Eu não tenho coragem de usar esse modelo na minha doguinha mas para alguns cachorros é o único jeito que funciona!

Tem também o peitoral easy walk, muito indicado pelos adestradores pois facilita a obediência durante o passeio. A guia sai da frente do peitoral, logo abaixo da cabeça do animal, fazendo com que quando você puxe, o cachorro seja obrigado a vir na sua direção. Acho uma opção de obediência menos cruel que o enforcador, e estou esperando minha doguinha crescer pra começar a usar a dela, pois ainda está meio frouxo mesmo com o tamanho pequeno. Fica aqui a dica, nunca use peitoral frouxo! Pode sair facilmente durante o passeio.

A guia estilo easy walk da ZeeDog chama Soft Walk.

CAIXA DE TRANSPORTE

Compre uma caixa de transporte bem maior que o seu doguinho pois eles crescem bem rápido. As melhores são as caixas que tiram a parte de cima, deixando só a parte debaixo que pode ser usada como uma casinha. Acostume seu doguinho a ficar na caixa colocando brinquedos, petiscos e um cobertorzinho lá dentro, assim ele vai achar que é uma casinha e não vai se incomodar quando precisar ser transportado nela. Além disso todo doguinho ama ficar dentro ou embaixo das coisas, e ele vai adorar ter um lugar escurinho para dormir durante o dia.

Minha Halley curtindo uma preguicinha na caixa.

Então a dica é, deixe a caixa de transporte num lugar acessível pro animal assim ele pode usar como uma segunda caminha, e no dia que você fechar a caixa para transportá-lo ele não entrará em pânico.

Uma boa caixa é a que abre a tampa superior e tem portinha de metal

Se for possível invista num modelo com a portinha de metal, pois as que tem porta de plástico são bem mais baratas, mas a minha cachorrinha conseguiu destruir a porta de plástico em questão de dias!

 

BRINQUEDOS

No início, os cachorrinhos filhotes vão querer morder tudo e todos o tempo inteiro! É uma época muito chatinha que requer muita paciência dos papais e muitos brinquedos de diferentes texturas à disposição. Pegue um brinquedo de cada tipo para que seu bichinho tenha diferentes tipos de texturas para coçar os dentinhos:

Pelúcia

Mais uma vez escolha uma da Zee Dog, pois já comprei de outras marcas que foram destruídas muito rapidamente, e é perigoso quando o cachorro começa a comer o enchimento da pelúcia. Esses ETs de pelúcia da ZeeDog são bem resistentes!

Ossinho

Prefira os ossinhos de nylon, aqueles brancos bem durinhos. Minha doguinha ama de paixão esse ossinho e passa horas mordendo, ele demora bastante pra estragar.

Outro mordedor que funciona como ossinho e ela ama de paixão é esse da ZeeDog, se chama Alien Flex:

Mesmo mordendo insistentemente todos os dias o brinquedo ainda tá vivo e vai se destruindo muito lentamente.

Brinquedos de borracha

São necessários no início também para trabalhar a mordida, mas com o tempo os dogs ficam mais fortes e começam a estragar rapidamente esse tipo de brinquedo. No início é legal comprar alguns desse tipo:

Tem textura e são bons para brincar de cabo de guerra, o doguinho puxa de um lado do osso e você puxa do outro.

Mas cuidado: conforme vão crescendo a mordida fica bem mais forte e eles acabam destruindo e comendo esse tipo de brinquedo de borracha. Sempre observe enquanto seu cachorro brinca com algum brinquedo e verifique o estado dos brinquedos constantemente. Quando ele começar a destruir e comer partes do brinquedo, hora de parar de comprar brinquedos de borracha!

 

Bolinhas

Para filhotes, o ideal são bolinhas que tenham textura, sejam moles pra que eles consigam morder e carregar de um lado pro outro, e ainda se possível que tenham um barulhinho ou sininho dentro. Assim fica mais atrativo pra eles quererem correr atrás do brinquedo. Com o tempo você pode comprar bolinhas maiores e mais durinhas.

Prefira bolinhas com textura e que façam barulho.

 

Brinquedos para colocar petisco

São muitooo legais para deixar o cachorro entretido. Existem brinquedos como os Kongs, onde você pode colocar verdadeiras refeição dentro (procure vídeos no YouTube sobre como rechear Kongs).

Ou ainda brinquedos com espaço para colocar apenas alguns petisquinhos e aí o cachorro fica horas tentando tirar. Vale a pena investir em um Kong e em um brinquedo de colocar petiscos menores como esse abaixo!

Cordinhas

As cordinhas são as preferidas, pois são ótimas para brincar de cabo de guerra. Mas cuidado, com o tempo elas vão soltando fiapos e é bem perigoso o cachorro engolir o fiapo e ele enrolar no intestino. Verifique sempre o estado da cordinha e apare com a tesoura os fiapos que estiverem saindo.

Cordinhas são baratas e viram os brinquedos preferidos dos doguinhos!

O ideal é ter pelo menos um brinquedo de cada dessa lista para ter um ambiente bem enriquecido em casa, ou seja, um local onde o cachorro vai ter sempre alguma coisa com o que se distrair e não vai ficar entediado, ansioso, pedindo sua atenção e destruindo a casa.

TRANSPORTE NO CARRO

Se você vai transportar seu doguinho no carro vale a pena comprar uma cadeirinha de transporte para esse momento enquanto seu doguinho ainda é filhote.

 

Acontece que minha doguinha nunca quis ficar dentro dessa cadeirinha, sempre ficava tentando pular pra fora e chorando pra sair. Então acaba que só transportamos ela no nosso colo, o que não é muito seguro. Se seu cachorro for mais calmo o ideal é colocar na cadeirinha ou no cinto de segurança pra cachorro:

 

Existem também capas que ocupam todo o banco e deixam o cachorro com mais liberdade, mais espaço para ficar durante a viagem, e impede que suje o banco.

Essas capas também tem um gancho para você prender a guia e deixar o cachorro mais seguro

VACINAS

O protocolo de vacinação varia de região pra região, pois em alguns estados (principalmente no interior) é comum ainda a existência de algumas doenças que não ocorrem muito nas grandes cidades. Seu veterinário vai te indicar qual a melhor ordem para tomas as vacinas. O meu protocolo em São Paulo ficou nessa ordem:

V10 – 3 doses

Tosse dos canis – 2 doses (essa foi indicada pela minha veterinária devido a ocorrência com muita frequência dessa doença da tosse dos canis em São Paulo)

Raiva – 1 dose

Giárdia – 2 doses (essa vacina é controversa, muitos veterinários dizem que não funciona, mas segui o conselho da minha médica e dei).

Normalmente eles fazem 2 vacinas no mesmo dia e te dão uma data para retorno para fazer a próxima dose. Fazer todo o protocolo inicial básico que é a V10 (ou V8) + raiva, dura em torno de 2 meses, e seu doguinho só vai poder passear na rua depois dessas vacinas essenciais tomadas. Haja paciência e amor para aturar o bichinho preso em casa todo esse tempo cheio de energia pra soltar. Mas é preciso esperar e não arriscar o bichinho passeando sem vacina por aí.

Normalmente depois das vacinas o doguinho fica meio borocoxô, com dor no local da aplicação, e até com uma leve febre. É normal e passa em alguns dias; converse com o veterinário se é indicado tomar algum antitérmico nesses casos.

VERMÍFUGO

Converse com o seu veterinário para ter a indicação correta da marca e quantidade do vermífugo. Nós usamos o Drontal puppy e demos em casa mesmo. Ela não teve nenhuma reação e aceitou tomar numa boa, pois o gosto é bem palatável. No início precisa ser ministrado a cada 15 dias, depois passa a ser de mês em mês, e por fim a cada 6 meses. Seu veterinário vai te informar sobre todas as datas. Anote no calendário do celular para não esquecer 😉

MORDIDAS E DESTRUIÇÃO DA CASA

Ai, que fase! Até os 4 meses nossa doguinha comeu tudo que tinha na casa. Móveis de madeira, pés de móveis de metal, portal de madeira das portas, puxadores das gavetas, e até paredes e esquadrias das portas de alumínio.

Minha bebê quando não conseguia parar de morder as coisas pela casa. Ainda bem que são águas passadas!

Mas magicamente, do nada, ela parou de morder tudo isso. Acredito que foi quando os dentinhos começaram a cair por volta dos 4 meses e meio. Depois da troca pelos dentes definitivos essa mordeção toda deu uma boa melhorada! Mas durante esse período tivemos que nos virar para evitar que ela destruísse tudo. Então segue a dica do que nós usamos:

Esse spray realmente funciona, aplique no local que o bichinho está mordendo tomando cuidado para que não caia nele nem nos olhinhos, é óbvio! O cheiro é bem ruim até mesmo para nós, mas funciona, o doguinho para de morder. O problema é que assim que o cheiro passa o efeito passa junto e o dog volta a morder o local, ou seja, funciona apenas por algumas horas!

Outra dica que deram é colocar Gelol com pimenta do reino nos locais que o bichinho cismar em morder. O Gelol vai fazer com que a pimenta grude no focinho do bicho e ele nunca mais vai querer voltar lá, mas acho muito cruel e não cheguei a fazer isso. Dizem que funciona, mas não testei!

TROCA DOS DENTES

Já que estamos falando de dentes, segue a dica para quando os dentinhos começarem a cair. Você não precisa fazer nada específico, o cachorro vai cuspir ou engolir os dentes. Mas ele vai ficar bem chatinho nesses dias em que o dentinho cai, fica mais nervoso e mordendo mais as coisas. Pra aliviar você pode dar um gelinho pra ele morder ou colocar banana pra congelar no freezer e depois dar pra ele chupar, isso vai ajudar a aliviar a dor e coceira que eles sentem quando o dentinho cai!

Quando os novos dentes nascem é um alívio, são bem menos afiados que os dentes de leite e machucam bem menos quando eles tentam morder a gente. Ufa!

ESCOVAR OS DENTES

É recomendado desde cedo, ou pelo menos desde que o doguinho começa a comer ração, escovar os dentes todos os dias. Isso evita tártaro, cáries e bafinhos desagradáveis. Comece desde cedo para que o bichinho se acostume que você escove os dentes dele. Tudo o que você for precisar fazer com o bichinho como limpar as orelhas, cortar as unhas, escovar os dentes etc, tem que ser feito desde cedo para que o animal se acostume com essa manipulação.

Eu uso essa pasta com uma escova de dente infantil e ela adora o gosto, fica lambendo e deixa eu escovar quase numa boa, hehe. É um produto meio caro, em torno de R$ 36, mas você usa tão pouquinho de cada vez que demora muito pra acabar. Depois não é preciso enxaguar, é feita pra engolir mesmo e eles correm pra beber água após a escovação.

CORTE DE UNHAS

No início as unhas são muito afiadas e é desesperador, realmente machuca e chega a tirar sangue da gente quando eles pulam na nossa perna! Mas basta sair pra passear que o desgaste das unhas começa a ser natural, elas ficam mais arredondadas e não machuca mais! Mesmo assim é preciso cortar de vez em quando… Você pode cortar em casa mesmo, existem cortadores específicos para cortar unha dos dogs, mas você tem que tomar muito cuidado pois assim como a nossa unha, a deles pode sangrar se você pegar na veia! Para cachorros de unhas brancas é mais fácil ver a veia e não cortar em cima, mas como a minha tem unhas pretas é impossível de ver, só com muita experiência pra cortar certo mesmo! Por isso sempre peço pra cortar durante a consulta veterinária ou durante o banho no pet shop!

BANHO

Os filhotes de até 3 meses não devem tomar banho no pet shop por 2 motivos: primeiro que nesse período o protocolo de vacinação pode ainda não ter terminado e no pet shop tem muitos cachorros que podem passar doença pro seu animal. Além disso, os doguinhos nessa idade ainda não conseguem regular bem a temperatura do corpo e ficam com muito frio quando molhados, mesmo com água morna. É comum eles começarem a tremer durante o banho, por isso o banho tem que ser rápido, com as portas e janelas do banheiro fechadas para não entrar corrente de ar, e depois do banho secar imediatamente com toalha e secador. Muito cuidado pois o bichinho pode realmente ficar com hipotermia nessa idade! Por isso, só dê banho no pet shop depois de todas as vacinas realizadas e de perceber que seu doguinho não está mais tremendo tanto durante o banho. Até porque, nos pet shops, é comum ter vários profissionais dando banho ao mesmo tempo, eles ficam conversando entre eles, atendendo vários cachorros, e é comum deixarem o nosso filhote esperando, molhado, enquanto pegam a toalha, enquanto terminam outro cachorro etc, e isso é inaceitável para um filhote que ainda não consegue regular a temperatura do corpinho. Por isso, dê banho em casa nesse início!

Outro cuidado importante é colocar algodão dentro da orelha dos doguinhos que tem as orelhas pra baixo, ou seja, orelhas que podem “mofar” se ficarem com água dentro, pois o ar não ventila bem as orelhas que são pra baixo. Coloque um bom chumaço de algodão dentro do ouvido antes do banho, de preferência o algodão parafinado que não molha (embora eu ainda não tenha encontrado esse raio desse algodão pra vender em lugar nenhum mas já vi eles usando nas pets).

Para o shampoo existem opções para filhotes, que tem menos cheiro e são mais neutros. Gostei desse da Beeps mas você também pode usar o Johnson’s Baby.

RAÇÃO

Existe ração super premium, premium e standard. Em português claro, ração muito boa, média boa e normal. A principal diferença é que as rações premium tem níveis nutricionais maiores e são mais concentradas ou seja, o seu cachorro precisa comer menos para se satisfazer. As rações normais tem menos densidade nutricional então seu doguinho precisa comer muito mais para ficar saciado e consequentemente vai ingerir mais químicos desnecessários e fazer muito mais coco. Se for possível invista pelo menos em uma ração premium e fuja das opções que vendem em supermercado como a Pedigree, que tem apenas marca mas é péssima para seu animalzinho.

A quantidade de ração nessa fase inicial vai variar de acordo com o porte do cãozinho. Atrás da embalagem de cada ração vem dizendo a quantidade que você deve dar POR DIA, de acordo com o peso do cachorro. Essa quantidade você vai fracionar de acordo com o número de refeições que seu veterinário vai recomendar que seu animalzinho tenha. Eu divido o total diário em 3 porções, café, almoço e jantar, porém nos intervalos eu dou frutinhas pra ela, pois além de esfomeada ela estava precisando de fibras para ficar com as fezes mais molinhas. Então dou meia banana ou meia maçã, ou até melão e mamão nos intervalos das porções de ração. Mas converse com o seu médico para montar uma dieta balanceada!

 

PETISCOS

Existem milhões de petiscos no mercado então vou dizer os que eu gostei mais, aliás, os que ela gostou mais hehe.

Esse Dog Menu Baked tem a versão Puppy para filhotes e ela amou! É livre de transgênicos, gorduras saturadas, corantes e conservantes!

 

Esses palitinhos FitoCalmyn da Organnact contém triptofano, que ajuda a aliviar a ansiedade e o stress. Realmente funciona, o doguinho fica mais calmo depois de comer.

LIMPEZA DO AMBIENTE

Não tem pra ninguém, o produto de limpeza que é o melhor amigo do seu cãozinho é o Herbal Vet.

Ele é caro, em torno de R$ 70, mas calma, vai durar o ano inteiro ou até mais! Isso porque ele é extremamente concentrado, feito para limpeza de clínicas veterinárias mesmo, e você vai usar ele bem diluído. Na embalagem eles recomendam usar 10ml do produto para cada 5 litros de água, na própria embalagem vem a medida para você dosar os 10ml. Então a dica que eu dou é (eu e todas as clínicas veterinárias), faça essa diluição conforme recomendado em um balde e depois encha um borrifador com o líquido diluído. Aí, toda vez que você precisar limpar a casa, basta borrifar o produto pelo piso e passar um pano úmido por cima. Não é preciso enxaguar, ele é feito pra isso, mesmo que o cachorrinho pise no chão molhado com o produto não tem problema, nas clínicas eles usam esse produto as vezes até para desinfetar os bichinhos e materiais antes de algum procedimento. Esse produto tem o desinfetante necessário para matar as bactérias e vermes que são comuns nos animais mas também limpa super bem e deixa um cheirinho ótimo. E o melhor, não agride a pele do cãozinho.

PERIGO!

Vou relatar aqui algumas coisas que podem ser bem perigosas e até fatais para a vida dos cachorros, portanto esse tópico é muito importante, atenção!

Sacos plásticos – Assim como não se pode deixar sacos plásticos acessíveis para crianças a mesma lógica serve para cachorros. O cachorro pode sufocar ao colocar a cabeça dentro do plástico, ou ainda comer o plástico! Sim, o cachorro de uma amiga minha comeu uma sacola plástica inteira e foi um sofrimento até que ele conseguisse vomitar ela de volta.

Pacotes de biscoito – Pacotes em geral, como batatinhas Ruffles, pacotes de petiscos, pipoca, qualquer pacote de comida não pode ficar em hipótese alguma ao alcance do animal. Porque ele vai tentar de tudo pra alcançar, comer o conteúdo e ainda pode sufocar com o pacote. Já ouvi história de um doguinho que morreu assim então muito cuidado! Tire tudo que for pacote e plástico do alcance do bichinho, e quando eu digo alcance eu quero dizer lugares que você acha que ele não alcança ainda, mas que ele pode sim conseguir alcançar pulando em uma cadeira e subindo na bancada da cozinha, etc. Deixe tudo na altura que apenas um adulto conseguiria pegar.

Amendoim e chocolate – São verdadeiros venenos para seu bichinho. 100gr de chocolate pode matar um cachorro de 10kg. Sobre o amendoim, já tive um cachorro na família que comeu apenas 4 bolinhas e ficou 2 dias vomitando, tendo que ser internado porque desidratou. Então atenção! Lide com esses produtos como se estivesse lidando com um veneno, de verdade. Coma longe do bichinho e guarde em locais que tenha certeza que o animal não vai conseguir pegar de jeito nenhum.

Ossinho com nó – Esse ossinho desgraçado já causou a morte de muitos doguinhos. Não sei como ainda continuam vendendo isso. Com o tempo esse ossinho vira tipo um chiclete e gruda na garganta do cachorrinho asfixiando o bichinho. Passe longe desse tipo de osso.

JAMAIS COMPRE ESSE OSSO!

Palitinhos – Muito cuidado também com os palitinhos, desses que são durinhos e servem pra ficar mastigando. Observe como seu dog lida com ele… se ele ficar mastigando eternamente até o palitinho se desfazer por completo ótimo… mas se ele começar a morder o palito e engolir partes inteiras de palito duro pode ser muito perigoso, pois esses palitos costumam demorar muito pra digerir e podem parar no intestino do animal causando obstrução.

Peças pequenas de metal, brincos, moedas – Cachorros comem tudo o que vêem pela frente. Cuidado ao deixar moedas, brincos ou qualquer peça pequena em geral ao alcance dos doguinhos. Eu fiz uma grande mudança na decoração da minha casa quando adotei a minha, tirando tudo o que estava no chão e pendurando nas paredes. Deu trabalho mas hoje temos um ambiente seguro e se você quer ter um doguinho precisa se preocupar com isso.

Cacos de vidro – Ai ai ai, cada vez que quebra um copo é um desespero! Prendemos o dog e corremos pra limpar mil vezes o ambiente, e depois de limpar ainda andamos descalço pelo piso pra ver se não sentimos nenhum caquinho. Já levei minha doguinha na casa de uma amiga e ela achou um caco de vidro no chão e começou a comer, foi desesperador! Acabei trocando todos os copos e taças da minha casa de vidro pra acrílico, pois sou muito desastrada e vivia quebrando copos. Você não precisa chegar a esse extremo se for cuidadoso mas limpe muito bem os ambientes especialmente embaixo dos armários quando quebrar algo de vidro, porque eles vão encontrar qualquer caquinho que tiver pelos cantos!

Produtos de limpeza e higiene – Nem precisa falar né gente, a mesma lógica que vale pra crianças, tudo no alto e em armários fechados.

Redes nas janelas – É fundamental colocar redes de proteção nas janelas do apartamento inteiro, mesmo em cômodos que você não planeja deixar o cachorro entrar. Isso porque, basta um dia de esquecimento da porta aberta, e pode contar que a primeira coisa que seu doguinho vai querer fazer é entrar no quarto proibido e subir nas camas. Da cama pra janela é literalmente um pulo, e cachorros assustados, que tem medo de ficar sozinhos, ou filhotes, podem pular a janela na tentativa de procurar o dono. Já ouvi também histórias tristes de doguinhos assustados pulando janelas, então corre pra colocar redes de proteção!

DICAS DE ADESTRAMENTO

Aí vão umas dicas muito úteis que ajudaram bastante nos primeiros meses da nossa doguinha!

Não brigue gritando o nome do animal

O nome do seu bichinho deve ser usado apenas em situações agradáveis, quando você quiser chamá-lo para ficar pertinho de você, para passear, para dar comida, petiscos, para ir até um lado ou outro da casa, etc. Se você usar o nome dele quando der bronca, gritando o nome com voz brava, seu bichinho vai associar esse som com algo ruim, e quando você o chamar ele não vai querer vir. É como usar um palavrão pra chamar a pessoa amada, não pega bem, né? É assim que seu cãozinho vai ouvir o nome dele se você usar sempre gritando na hora da bronca. Use uma outra palavra para dar bronca como “NÃO!” ou então “FEIO!”, ou ainda apenas faça um som de “Shiii!” com a boca. Dessa forma, seu animal vai obedecer mais facilmente quando você precisar chamá-lo pelo nome e isso é muito importante para que ele venha quando você chamar caso ele se perca num local público tipo num parque ou na rua.

Latidos excessivos

O latido é na maioria das vezes usado para chamar atenção. Se você der atenção mesmo que negativamente, brigando como bichinho quando ele latir, ele vai saber que conseguirá sua atenção latindo. Isso é muito importante, a atenção pode ser positiva (como carinhos, brincadeiras, passeio) ou negativa (como broncas). Se seu doguinho não conseguir sua atenção positiva ele vai tentar a negativa mesmo, o importante é conseguir que você olhe pra ele. Então simplesmente não olhe quando ele latir, não dê bronca e não recompense com atenção esses latidos. Se for muito excessivo e o cachorro já tiver com esse hábito há muito tempo, alguns adestradores recomendam colocar de castigo quando o cachorro começar a latir ou jogar água no animal com um borrifador.

Castigo

Quando o bichinho tiver impossível, te desafiando e não obedecendo nada que você mandar, é necessário colocar de castigo. O melhor castigo é privar o bichinho da sua atenção, ou seja, saia do ambiente e deixe ele sozinho ou coloque ele em outro cômodo e feche a porta. Deixe por um bom tempo, tipo 20, 30 minutos, até que ele se acalme e se “renda”. Só tire do castigo quando ele estiver calmo, se ele chorar e latir e você tirar do castigo ele vai saber que sempre que chorar e latir vai conseguir sair do castigo. Alguns adestradores dizem para colocar o cachorro na caixa de transporte por 40 minutos nesses casos mas eu acho muita crueldade. Só deixo de castigo em locais que ele tem água e espaço para fazer as necessidades disponível, pois a ideia é apenas privar o animal da sua atenção quando ele não se comportar, e não torturar o bichinho certo?

Brincadeiras

Durante as brincadeiras, especialmente nas que eles mais gostam como cabo-de-guerra, os cachorros tendem a tentar te dominar, claro, eles querem ganhar o cabo-de-guerra e fazer você correr atrás deles para recuperar o brinquedo. Mas não deixe isso acontecer, é você que tem que sempre ganhar nessa brincadeira pois isso demonstrará quem é o chefe da matilha. O brinquedo usado para essa brincadeira tem sempre que terminar na sua mão, e o cachorro é que tem que vir atrás de você pra tentar pegar. A mesma lógica funciona para qualquer brincadeira, é você que dita as regras, recupera o brinquedo, e joga pra ele brincar. Recompense com carinho ou petiscos quando ele trouxer pra você o brinquedo de volta.

Mordidas

Na fase de filhotes seu bichinho não vai querer parar de morder sua mão. Você nunca deve deixar ele fazer isso, sempre que ele começar a morder diga “NÃO” e coloque um brinquedo que sirva pra ele morder na boca dele. Quando ele começar a morder o brinquedo recompense com carinho ou petiscos. Se ele não parar de morder sua mão saia do ambiente e deixe ele sozinho. Nunca faça carinho quando o cachorro estiver sendo mal criado, rosnando, mordendo, latindo, pulando nas pessoas, etc, saia do ambiente e deixe ele sozinho.

Recompense o bom comportamento

Na fase inicial da vida do cãozinho, ele ainda não sabe o que é certo e errado. Então, além de dar bronca quando ele fizer coisa errada, você precisa também recompensar quando ele fizer a coisa certa. Se ele estiver parado quietinho mordendo o próprio brinquedinho sem atazanar você e seus móveis, dê um petisco ou faça um carinho dizendo “muito bem” ou algo do tipo. A mesma coisa vale pra quando ele fizer xixi e coco no lugar certo, beber água (para incentivar que ele fique sempre hidratado), ou pra quando ele estiver dormindo no local certo (caminha dele). Assim ele vai saber que tem sua atenção positiva quando fizer essas coisas e vai sempre querer fazê-las.

Chorando e latindo na sua porta de manhã

No início, eles vão chorar e latir sempre que estiverem em um cômodo diferente de você. É preciso ser duro e resistir a essa manha que eles fazem. Não abra a porta porque eles estão chorando, nem se estiverem latindo. Deixe chorar e latir até que eles desistam e só então abra e vá ao encontro do animal. Dessa forma eles não vão se acostumar a te acordar todas as manhãs e é você que vai ditar os horários e ritmos da casa. Mas atenção, nos primeiros meses os doguinhos precisam se alimentar várias vezes por dia como citei acima, então esse choro matinal pode ser fome mesmo. Nesse caso apenas saia para colocar a comida e volte para o quarto.

Passeios

Cachorro bom é cachorro cansado. Se o seu dog está alucinado atazanando você sem parar e tocando o terror na casa, pode ter certeza que tá faltando passeio na vida dele. Se você quer ter um cachorrinho saiba que terá que passear, de preferência duas vezes por dia com seu bichinho. Essa “tarefa” que parece chata acaba sendo bem interessante. Você fica mais ativo pois se força a andar num ritmo acelerado duas vezes por dia, e acaba socializando bastante pois todo mundo pára pra falar com o cachorro, perguntar dele, e você acaba fazendo várias amizades na rua. Com o tempo você já vai estar conhecendo todos os outros donos de cachorro que também passeiam na região, os passeadores de cachorro, os funcionários de todas as pet shops, os porteiros, os funcionários das lojas locais, todo mundo vai sair chamando seu dog pelo nome quando você passar. É um ótimo jeito de socializar e se exercitar e ótimo pra deixar seu cachorro feliz e calmo dentro de casa. O ideal são passeios de meia hora, duas vezes por dia. Mas cachorros mais ativos como labradores e goldens filhotes acabam necessitando passear ainda mais, de 3 a 4 vezes por dia!

 

ONDE COMPRAR PRODUTOS E REMÉDIOS MAIS EM CONTA

A dica de ouro que aprendi pesquisando na internet é a loja Animal Show Store. Fica em São Paulo, mas vende pela internet pra todo Brasil. Essa loja é uma gigante dos produtos de animais então eles conseguem comprar dos fornecedores bem mais barato que a maioria das lojas pois vendem em grande quantidade. O preço dos remédios lá chega a ser 50% mais barato que nas pet shops de bairro. Eu fico um pouco dividida pois gosto de incentivar o comércio local, mas acho um absurdo os preços dos remédios de cachorro, muito mais caros que os remédios de humanos. Então não tem jeito, só compro remédios e produtos especiais com eles. Eu vou na loja física mesmo que fica perto do metrô Santa Cruz mas você pode encomendar pela internet e pagar o mesmo preço.

Agora para ração, tapete higiênico e outros itens que não seja remédio eu compro na Pet Love. Quase todo mundo usa esse site, pois eles dão desconto se você fizer assinatura, ou seja, comprar todo mês com eles. Então a boa é escolher todos os produtos que você vai precisar no mês pro seu doguinho e colocar no pacote de assinatura, assim você vai ter um bom desconto mensal e eles vão te entregar todo mês na sua casa, evitando que você esqueça de comprar e tenha que sair correndo para comprar a ração do seu doguinho num sábado a noite.

 

Pessoal, espero que essas dicas ajudem vocês nessa nova aventura maravilhosa que é ter um cachorrinho na sua vida! Tem mais dicas? Conta pra gente aí embaixo!

Até a próxima!

 

Post Author: Ana Campos

Deixe uma resposta