Pais da ficção: os 10 piores e melhores

O Dia dos Pais está aí e para celebrar esta data nós, do Destilos, resolvemos resgatar da nossa memória afetiva os papais do mundo fictício que tem grande impacto e importância nas histórias das quais participam e por isso merecem destaque. Como, no entanto, nada na vida é moleza e paternidade é coisa séria, para ser um pai de verdade (mesmo que em séries, filmes e desenhos) você tem que ter responsabilidade, respeito, afeto e um tanto quanto de carisma para conquistar a audiência (e nossos corações).

Por isso, antes de listarmos os melhores pais selecionados pela gente, resolvemos falar sobre os piores, aqueles que fizeram tudo errado e deixaram uma péssima impressão. Assim, damos para vocês que nos leem dicas de tudo o que NÃO se deve fazer com seus filhotes:

Os 5 piores:

Tywin Lannister (Game of Thrones) por Felipe Lyrio
"Game of Thrones" é praticamente o habitat natural dos piores pais da TV. Difícil escolher um só. Escolhi Tywin Lannister...
« 1 de 10 »

 

Mas é claro que, para homenagear todos os super-pais da realidade, também fizemos a listinha das melhores figuras paternas da ficção, aqueles que foram baseados em todos os homens que sabem muito bem cuidar dos seus filhos. De quebra, estes personagens maravilhosos ainda são inspiração para os novatos e servem como modelo de como educar suas crianças:

 

Os 5 melhores:

Ned Stark (Game of Thrones) por Felipe Lyrio
Ned Stark é talvez o único bom pai em "Game of Thrones". Ele a princípio é acima de tudo um homem honrado, o que já é um grande mérito pra quem vive naquele mundo de trapaças. Mas vemos que até mesmo sua própria honra fica em segundo plano no que diz respeito aos filhos. Sem medo da morte, ele se entrega às injustas acusações de traição, para evitar que algo aconteça com suas filhas...
« 1 de 10 »

 

E aí, você já estava familiarizado com todos eles? Acha que deixamos escapar algum paizão que vale a pena citar? Conta pra gente aqui nos comentários!

Feliz dia dos pais!

Post Author: Destilos

Deixe uma resposta