Resumão Game of Thrones – Parte 9: Encerrando a Terceira Temporada

Hora de encerrar o nosso resumão da terceira temporada, falando de Arya, Bran, Theon, Davos e Daenerys. Bora!

SPOILERS! MUITOS SPOILERS!

 

ARYA E SANDOR

Arya e seus amigos fugiram na segunda temporada de Harrenhal com a ajuda de Jaqen, mas pouco tempo depois eles são abordados por um grupo da Irmandade sem Bandeira, o tal do grupo que o Montanha tava doido pra encontrar e matar, e que por isso ficava torturando as pessoas em Harrenhal até elas dizerem qualquer coisa sobre o paradeiro desses caras. E porque ele gostava também, provavelmente.

O principal do grupo que convence Arya, Gendry e Torta Quente a os acompanharem é Thoros de Myr, que é um sacerdote vermelho como Melisandre, só que bêbado e sem nenhuma compostura. Eles levam os 3 jovens e param numa estalagem pra comer e beber, e os interrogam pra saber quem são eles e se eles tem algo a ver com o grupo do Montanha. Eles conseguem convencer que não eram de valor pra Irmandade e estavam quase sendo soltos, quando um outro grupo da Irmandade chega com um novo prisioneiro: Sandor Clegane. E assim que ele vê Arya com eles, pergunta a Thoros o que eles estão fazendo com uma Stark. Eles acabam percebendo que iam deixar ir embora uma garota valiosa e resolvem ficar com ela mais tempo.

Thoros de Myr

 

Eles levam os jovens até o esconderijo da Irmandade onde seu líder Beric Dondarrion se encontra. Torta Quente acaba ficando na estalagem pra ajudar na cozinha.

Ahhh o Torta Quente fez uma torta de despedida

 

Beric diz que Sandor é acusado de vários assassinatos, e ele se defende dizendo que sempre matou por ordens do rei, e que isso era ser fiel aos seus votos. Arya então diz que ele matou seu amigo, aquele que estava brincando de lutar com ela e que Joffrey foi tentar intimidar, mas levou uma mordida de sua loba. Sandor disse que acreditou na mentira de Joffrey de que o garoto tinha atacado ele. Beric então decide que o julgamento de Sandor seria por combate. Contra ele.

Valendo usar fogo

 

Sandor vence Beric e sua espada de fogo, e Thoros de Myr ressucita Beric de novo. O cara já tinha morrido várias vezes, e Thoros sempre o traz de volta. Eles liberam Sandor, Arya fica com ódio deles e mais ódio de Sandor do que já tinha antes. Gendry anuncia que vai ficar com a Irmandade pra ajudá-los com suas armas, já que ele é um bom ferreiro e eles parecem ajudar as pessoas que precisam.

Porém melisandre aparece pra comprar Gendry porque precisa de sangue Real pra fazer suas feitiçarias, e a Irmandade precisa de dinheiro e o vende. Arya fica com mais ódio deles e agora dela também. Melisandre vê nos olhos de Arya que ela mataria pessoas e que elas ainda iriam se ver novamente. Mal posso esperar.

“Olhos castanhos, olhos azuis, olhos verdes… olhos que você fechará pra sempre”

 

Numa distração da Irmandade, Arya foge irritada com tudo mas é capturada por Sandor, que ainda estava por perto. Ele a princípio parece ser um problema mas ele quer levá-la pras Gêmeas, onde estão sua mãe e seu irmão para o casamento vermelho, digo, casamento de seu tio Edmure. Sandor também precisa de dinheiro e não faria mal a uma recompensa tão valiosa. Começa uma relação das mais divertidas da série.

Divertido pra nós, não pra eles

 

Eles acabam chegando lá tarde, durante o genocídio do casamento, e Arya vê o lobo de Robb ser morto. Sandor pega Arya à força e começa a sair do local ao perceber que os Stark estão sendo aniquilados. Saindo das Gêmeas, Arya ainda vê o que fizeram com seu irmão depois de matá-lo: costuraram a cabeça de seu lobo no lugar da sua, e o montaram num cavalo, fazendo uma espécie de desfile com o corpo. Já do lado de fora, eles passam por um grupo de soldados se gabando do que fizeram à mãe de Arya, Catelyn. Ela não aguenta e salta do cavalo, vai direto até o cara que contava os detalhes e o mata. Sandor mata o resto do grupo antes que eles tivessem problemas. E assim Arya adiciona Walder Frey à sua lista.

 

 

DAVOS, STANNIS E MELISANDRE

Davos havia sido jogado ao mar pela explosão de fogo vivo na batalha contra os Lannisters, e acaba acordando numa rocha no meio do mar. Alguns homens o salvam, e ele descobre que são homens de seu amigo Salladhor Saan, o pirata que forneceu os navios pra batalha. Ele dá notícias de como as coisas estão em Pedra do Dragão, com Stannis enclausurado em seus aposentos recebendo apenas Melisandre, e ela queimando pessoas como nunca. Davos pede ajuda para voltar pra lá e matar Melisandre e livrar seu rei de sua influência maligna.

Sorte dele e nossa S2

 

Ele chega lá, acusa Melisandre pela derrota na batalha, e ela joga a culpa pra ele, que foi quem convenceu Stannis a não levá-la pra guerra. Quando ela menciona seu filho morto na explosão, Davos perde a cabeça e ataca a bruxa. Stannis manda prender seu ex braço direito pela tentativa de fazer mal a ela.

Melisandre parte de Pedra do Dragão pra ir atrás de sangue Real, já que Stannis estava fraco e não servia mais pra suas bruxarias. Ela vai até a Irmandade sem Bandeiras e compra Gendry.

Enquanto isso, a filha de Stannis, Shireen, ensina Davos a ler na masmorra. Eles se dão super bem.

Imagem meramente ilustrativa de quando Davos dá esse brinquedo a ela

 

Melisandre volta e seduz Gendry, o amarrando na cama. Ela usa sanguessugas pra obter sangue Real dele, e as entrega pra Stannis. Ele joga os vermes no fogo dizendo o nome dos 3 reis que ainda estavam vivos, pra matá-los com magia assim como fez com seu irmão. Aparentemente a bruxaria funciona pelo menos com um deles, porque Robb morre no casamento vermelho pouco depois. Assim que a notícia chega a Stannis, ele se anima mais ainda com o que Melisandre é capaz de fazer nessa guerra.

Relaxa, só umas gotinhas de sangue. Por enquanto.

 

Stannis perdoa Davos com a condição de que ele jamais tente novamente fazer mal a Melisandre. Porém quando ele entende que Stannis e Melisandre pretendem sacrificar Gendry pra ter mais resultados contra os outros reis, ele liberta Gendry em segredo e o manda numa canoa para o mar. Stannis fica sabendo e o condena a morte, mas Davos estava praticando a leitura que aprendeu com Shireen usando as cartas que chegavam a Stannis, e uma delas ele levou pessoalmente a ele quando foi contar sobre Gendry e se entregar. Melisandre lê a carta e vê no fogo que o que ela diz é verdade. É uma das cartas que Meistre Amon ordenou a Sam que enviasse a todo o reino contando sobre os white walkers. Melisandre diz que essa guerra dos 5 reis não significa nada, e que a verdadeira guerra acontecerá no Norte, e Stannis será o líder, e que precisará de Davos. Stannis ri de Davos, dizendo que ele foi salvo pela religião que tanto condena.

 

BRAN

Os sonhos estranhos de Bran continuam, e um garoto aparece num deles pra depois surgir pessoalmente no lugar onde Bran, Rickon, Osha e Hoddor estão acampados. Seu nome é Jojen Reed, e ele aparece junto com sua irmã Meera Reed. Eles são filhos de Lorde Reed, amigo de Ned, e saíram em busca de Bran porque acreditam que ele será muito importante na guerra que virá. Não é só a Melisandre que tem suas visões de pessoas importantes contra os walkers.

Jojen e Meera

 

Ele explica pra Bran que seus sonhos de lobo não são sonhos. Bran é um warg, que é como são conhecidas as pessoas com habilidade de entrar na pele de animais e controlá-los. Toda vez que ele sonhou que era um lobo, na verdade ele estava dentro de seu lobo Verão. Ele explica também que seus sonhos com o Corvo de 3 Olhos são um chamado do próprio corvo, que quer que Bran o encontre. Essa é a missão que Jojen descobriu em suas visões: encontrar Bran e ajudá-lo a chegar até o Corvo de 3 Olhos. Pra ficar mais estranho ainda, Jojen diz a Bran que não adianta tentar matar o Corvo em seus sonhos, como vinha tentando, pois o Corvo de 3 Olhos é ele próprio. Confuso. Eles continuam em direção do norte mas agora com a intenção de passar direto por Castle Black ao invés de ficar lá com a proteção de Jon Snow, que ainda é o plano mais sensato na opinião de Osha.

No caminho eles se abrigam num moinho, e Jon e seu grupo de selvagens chegam no mesmo vilarejo abandonado, perseguindo o tal do velho que já vimos no outro post. Nessa hora, eles ficam com medo de serem notados porque Hodor começa a gritar de medo da chuva. No desespero, Bran entra em Hodor como entra em seu lobo e o faz dormir. Climão no moinho, porque nenhum warg era pra conseguir entrar na pele de outro humano. Aparentemente Bran é O cara. Ele então percebe que Jon está em perigo, entra em seu lobo e o ajuda na luta, permitindo que Jon fuja do grupo.

Bran então toma sua decisão de ir com Jojen e Meera para além da Muralha atrás do Corvo de 3 Olhos, com Hodor para ajudá-lo a se locomover, enquanto Osha levaria seu irmão Rickon para a casa dos Umber, uma das famílias juramentadas aos Stark. Eles se despedem e Bran e seu grupo chegam na Muralha, em Fortenoite, onde Sam e Gilly os encontram e os ajudam a passar para o outro lado da Muralha, além de entregar vidro de dragão pra que eles se defendam dos walkers que provavelmente encontrarão lá em cima.

Despedida de Rickon e Osha. Nos vemos na sexta temporada.

 

THEON

Theon tá lá sendo torturado sem saber por quem, enquanto Ramsey, o cara que ficou responsável por capturá-lo vivo e entregá-lo a Robb Stark, fica ali disfarçado de criado. Numa noite ele aparece sozinho pra Theon prometendo ajudá-lo, dizendo que foi sua irmã Yara quem o enviou. No dia seguinte ele o solta, aponta uma direção e diz que sua irmã o espera lá. Theon agradece, cavalga pra encontrá-la mas é achado pelos caras que o torturavam e quase é estuprado por um deles. Ramsey chega e mata todo mundo, salvando Theon e o guiando.

Já agradecido pela ajuda e confiando em Ramsey, Theon se abre e diz que não matou Bran e Rickon. Então Ramsey, fingindo que o estava levando a um local seguro, o leva de volta pra onde era torturado e novamente Theon é preso e sofre horrores na mão desse doente. Eventualmente, Ramsey corta o pênis de Theon e o envia a seu pai com uma carta, ordenando que os Greyjoy se retirem das áreas que invadiram no Norte e voltem pras suas Ilhas de Ferro, ou ele madaria mais cartas com mais pedaços de Theon. Seu pai Balon desiste do filho e se recusa a recuar, enquanto Yara reúne alguns de seus homens, escondida do pai, e parte para salvar Theon.

Depois do terror físico, o psicológico

 

DAENERYS

Daenerys chega em Astapor pra comprar um exército. Lá são vendidos escravos treinados em combate, chamados Imaculados, famosos por serem extremamente competentes em batalhas. Ela sofre um atentado de um mago disfarçado de criança, em represália pelo que ela fez com um mago em Qarth na temporada anterior, e quem a salva é um andarilho que se revela ser Ser Barristan Selmy, ex Guarda Real de Robert Baratheon que foi demitido de sua posição quando Joffrey assumiu o trono. Ele também havia sido Guarda Real de Aerys Targaryen, pai de Daenerys, e se apresentou a ela para servi-la.

Barristan Selmy

 

Daenerys negocia com o dono dos Imaculados e pede todos os 8 mil soldados, mais as crianças em treinamento, mais a tradutora Missandei, em troca de seu dragão maior. Ele aceita. Quando a troca é efetuada, ela ordena seu novo exército que mate todos os mestres da cidade. Ela faz isso na língua local, revelando que entendeu todos os insultos que o ex dono dos Imaculados havia dito sobre ela achando que a estrangeira não entenderia, e ela fingiu que não entendia o tempo todo. Seu dragão o ex dono dos escravos e os mestres morrem nas mãos dos Imaculados. Ela os liberta da escravidão e diz que quem quiser ir embora pode, mas quem for ficar com ela que seja por escolha. Todos ficam. Arrepiante. Eles até recebem dela o direito de escolherem seu líder e seus novos nomes, já que eles são batizados com nomes humilhantes. Verme Cinzento, o líder escolhido, decide manter seu nome de Imaculado porque foi com esse nome que Daenerys surgiu em sua vida e o libertou. Fofura.

 

Agora é a vez de Yunkai, outra cidade com escravos. Daenerys chega e convoca os líderes para uma proposta. Libertar os escravos ou morrer. Um deles vai ao encontro dela com uma contra proposta. Ele oferece dinheiro e navios pra que ela desista dessa ideia e volte pra Westeros. Ela aceita o dinheiro e se recusa a sair de lá sem os escravos. Com o fracasso da negociação com os líderes da cidade, Daenerys tenta negociar com um grupo de mercenários contratados por eles, chamado Segundos Filhos. Se ela os ganhasse pra sua causa, enfraqueceriam Yunkai e ganhariam vantagem na batalha que viria. Os 3 líderes dos mercenários vão ao seu encontro a seu pedido, mas saem de lá dizendo que iriam pensar a respeito. Na verdade eles ao invés de voltar com a resposta já estavam planejando matá-la durante a noite e economizar uma batalha. Porém um dos 3 líderes dos Segundos Filhos, Daario Naharis, mata os outros 2 e leva suas cabeças à Daenerys, jurando lealdade a ela. Mais um exército pra ela.

À esquerda o Daario dessa temporada. Mas da próxima em diante o ator é o da direita. Acontece.

 

Daario informa Daenerys sobre uma passagem secreta que poderiam usar para que um grupo pequeno entrasse na cidade e abrisse os portões principais por dentro dela, permitindo a entrada de seu exército. Ela o envia pra missão, junto com Verme Cinzento e Jorah. Eles conseguem abrir o portão e seu exército entra e toma a cidade. Os escravos saem para encontrarem sua libertadora e ela os recebe do lado de fora. Eles gritam “myhsa”, e Missandei traduz como “mãe”. O povo ergue Daenerys e a gente cai no choro porque É ASSIM QUE SE TERMINA UMA TEMPORADA. Incrível esse final, e necessário depois do Casamento Vermelho no capítulo anterior.

 

Próxima temporada também é maravilhosa, já já a gente fala sobre ela. Até!

 

 

Post Author: Felipe Lyrio

Deixe uma resposta